Ser sustentável é fundamental para a preservação do meio ambiente. Com atitudes sustentáveis os recursos da natureza não se esgotam, podendo ser utilizados por gerações futuras. Quando você faz a sua parte, deixa de prejudicar o meio ambiente e contribui para um mundo melhor!

Empresas que investem recursos em sustentabilidade, possuem uma credibilidade e aceitação pelos clientes, sendo um diferencial altamente competitivo. Por isso, preparamos algumas dicas que vão ajudar a sua empresa se tornar cada vez mais sustentável.

  1. Consumo de água consciente
  2. Infraestrutura
  3. Estimule o uso dos transportes alternativos
  4. Conscientize seus clientes, fornecedores e colaboradores

1. Consumo de água consciente

Para economizar água em locais de grande fluxo é fundamental a instalação de torneiras temporizadoras em todas as pias, utilizar peneirinhas acopladas na saída de água e reguladores de pressão. Além disso, é muito importante verificar se existem vazamentos nos encanamentos, descargas com valvulas desreguladas e também gotejamento nas torneiras.

Captar água da chuva, que vem das calhas e armazenar em recipientes é uma ótima maneira de utilizar menos a água que vem da rede e contribuir consideravelmente na redução das contas.

2. Infraestrutura

Mantenha a manutenção em dia na sua empresa evitando vazamentos e infiltrações. Nos casos de empresas que utilizam ar condicionado, é importante manter portas e janelas sempre fechadas.

Troque as lâmpadas incandescente por de LED, com sensores de presença para ambientes com baixo fluxo. Apesar de elevar os custos iniciais com a compra das lâmpadas, o retorno sobre o investimento é rápido.

2.1. Aproveitamento da luz natural, com Venezianas Industriais, Lanternim e Policarbonato

Aproveitar a luz natural é o principal fator para a economia de energia, por isso as venezianas industriais fazem com que o uso de ventilação e de exaustão mecânica (forçada) seja diminuído ou até mesmo eliminado. Trazendo uma redução considerável no consumo de energia em galpões de fábricas e indústrias principalmente..

Além disso as venezianas industriais e lanternim, permitem uma circulação do ar mais eficiente, renovando o ar interno. Por esse fato, a qualidade deste ar melhora, mantendo-o fresco e livre de gases ou componentes nocivos gerados durante os processos industriais. Isto acontece pelo efeito da ventilação cruzada.

Para mais informações sobre as venezianas industriais clique aqui!


Mais resistente e leve que o vidro e acrílico, as coberturas de policarbonato são uma excelente opção para ambientes externos e internos que necessitam de iluminação natural e ao mesmo tempo de resistência a impactos.

Por possuir excelente proteção contra os raios uv, as chapas de policarbonato não amarelam e não perdem a transparência. Por isso acabam tendo vida útil superior que telhas de fibra de vidro ou PVC.

Jardins de inverno, gazebos, garagens, varandas, galpões, garagens, estufas e piscinas são bons exemplos de onde pode ser usada uma cobertura de policarbonato.

Para mais informações sobre os policarbonatos clique aqui!


2.2. Placas de energia solar

O sol é uma fonte infinita de energia, sendo assim, é uma forma de se obter eletricidade sem acabar as fontes naturais. A geração de energia solar, não provoca poluição e nenhum dano ao ecossistema, ela é pura, renovável e 100% sustentável. Para completar, essa é uma fonte de energia gratuita, que apenas possui gastos de equipamento e instalação.

O sistema de energia solar é considerado um investimento de baixo risco, pelo fato de depender 100% das condições climáticas, que são previstas com base em médias históricas.

A durabilidade dos sistemas fotovoltaicos é alta, com vida útil de 25 anos, em média.

O retorno de investimento, também chamado de Payback, é o período necessário para que o custo de instalação e equipamentos se pague, e então comece a dar lucros mensais para a empresa. O cálculo depende bastante das variáveis, como o investimento total realizado na operação e a geração média mensal do sistema de energia solar (kWh), considerando tarifas de energia (R$/kWh) que podem ser diferentes de acordo com a demanda e também varia por região.

Tendo em vista esses fatores, no Brasil, o Payback pode variar entre 5 até 10 anos, o que significa que o período de benefício do investimento pode a chegar a 4x mais do que ele.

3. Estimule o uso dos transportes alternativos

Estimule todos da empresa utilizarem o transporte público, bicicleta ou até mesmo crie um programa de caronas, para as pessoas que morem perto e possuem horários parecidos, possam ir juntas ao trabalho. Isso ajuda a diminuir o custo fixo dos colaboradores, melhora o fluxo de trânsito e principalmente o meio ambiente.

4. Conscientize seus clientes, fornecedores e colaboradores

Procure sempre estimular o seus consumidores, funcionários e fornecedores a terem hábitos que sejam menos prejudiciais ao meio ambiente. Sua marca, tem um poder de persuasão muito forte e consegue atingir mais pessoas do que você possa imaginar. Através de redes sociais, blogs como este, sites, palestras, dentre outros.

Além de mostrar hábitos que sejam mais sustentáveis, você consegue fidelizar os clientes à sua marca criando um relacionamento diferenciado e uma excelente credibilidade perante o seu consumidor final. As pessoas querem se conectar com empresas que se preocupam com o futuro delas e de sua família.

E para finalizar este conteúdo, deixamos uma fábula, para reflexão:

A FÁBULA DO PASSARINHO E DO INCÊNDIO DA FLORESTA

Certo dia, houve um grande incêndio na floresta, e todas as áreas foram cercadas por um fogo denso e destruidor. Os animais, atônitos, não sabiam o que fazer e nem para onde correr. E enquanto todos corriam com medo do fogo, de repente, todos pararam e viram que um beija-flor ia até a margem do rio, mergulhava, enchia seu bico com o máximo de gotas de água que podia, voava até o fogo e deixava as gotinhas caírem sobre as labaredas na tentativa de apagar o fogo. Sem perda de tempo, ele voltava ao rio e repetia sua tentativa incessantemente. Os demais animais silvestres acharam aquela atitude estranha, inútil, e até mesmo boba, pois o fogo continuava alastrando-se, em nada, nada mesmo, seu esforço influía no debelar das chamas. Foi então que o elefante, vendo aquilo, disse-lhe:

– “Você está louco? Acredita que estas poucas gotas de água podem apagar um incêndio tão grande?”.

Ao que o passarinho respondeu:

– “Eu estou fazendo o que eu dou conta… estou fazendo a minha parte … e se todo mundo ajudar com o que puder, com certeza conseguiremos alguma coisa”. ” Autoria desconhecida”

Aprenda com o passarinho: faça também a sua parte e cuide do nosso Planeta.

Deixe um Comentário






Pesquise por algum termo específico em nosso blog: