Ensaio de Líquido Penetrante (LP): o que é e quais as suas aplicações?

Você já escutou falar no ensaio de LP? No post de hoje, vamos explicar como é realizado e quais as suas aplicações!

Página inicial > Aço de alta resistência > Caldeiraria > Ensaio de Líquido Penetrante (LP): o que é e quais as suas aplicações?

 

Você já escutou falar no ensaio de LP? No post de hoje, vamos explicar como é realizado e quais as suas aplicações!

O ensaio por líquidos penetrantes, também conhecido como LP, é um dos ensaios realizados na Modelaço, em serviços que exigem esse tipo de certificado.

Mas afinal, o Que é o Ensaio de Líquido Penetrante (LP)?

O ensaio por LP faz parte dos métodos denominados Ensaios Não Destrutivos que são essenciais na detecção de descontinuidades superficiais em peças metálicas e são parte integrante de um Sistema na Gestão de Qualidade.

O ensaio ou inspeção por líquidos penetrantes é conhecido como um dos melhores métodos de teste para detecção de descontinuidades superficiais em diferentes materiais como: metais ferrosos e não ferrosos (desde que não sejam porosos), alumínio e ligas metálicas. Sem deixar danificar a peça e separando os materiais aprovados e reprovados, seguindo um critério pré­ estabelecido pelo setor de qualidade.

Quais são as Fases do Processo de LP?

1.Preparação da superfície

A primeira fase do ensaio por líquidos penetrantes, consiste na limpeza da superfície a ser executado o teste. Nesta etapa é importante remover tintas, camadas protetoras, óxidos, areia, barro, graxa, óleo, poeira ou qualquer resíduo que atrapalhe o LP de entrar nas descontinuidades das peças.

2.Aplicação do líquido penetrante

A segunda fase do ensaio consiste na aplicação de um líquido, muitas vezes de cor vermelha ou fluorescente, capaz de penetrar nas descontinuidades das peças depois de até 20 minutos, conforme a norma ABNT 16450 e NBRNM-ISO 9712 de 02/2014.

 

3.Remoção do excesso de líquido penetrante

Depois de esperar o tempo mínimo de penetração, é necessário remover o excesso do líquido penetrante, deixando ele retido somente nas descontinuidades das peças.

Lembrando que uma limpeza mal feita, pode comprometer a eficácia dos resultados.

4.Revelação

Nesta fase do ensaio, é aplicado sobre a peça um talco branco, conhecido como revelador, sugando o líquido penetrante das descontinuidades e revelando-as. Obs: se a cada 500 mm houver uma sequência de pequenos resquícios do Líquido Penetrante, deverá refazer a solda e realizar um novo teste.

5.Inspeção

A inspeção pode ser feita sob luz branca natural ou artificial.

O revelador, aplicado à superfície das peças, cria um fundo branco, facilitando a visualização de descontinuidades superficiais. Após isso, é elaborado um relatório de líquido penetrante com base na Norma ABNT 16450 e NBRNM-ISO 9712 de 02/2014.

6.Limpeza

Após finalizar a inspeção, deve ser realizada uma nova limpeza ou jateamento da peça, para remoção dos resíduos.

Principais Vantagens

  • Simples aplicação;
  • Garantia da estabilidade de soldagem;
  • Boa sensibilidade para detecção.
  • Pode ser aplicado em uma grande variedade de materiais, independente de forma e dimensão da peça;
  • Possui alta sensibilidade a descontinuidades superficiais de pequenas dimensões;
  • Facilmente aplicável em linhas de produção e em alto volume de serviço;
  • Método ágil, econômico e eficiente para inspeção;
  • Aprovado pela norma ABNT 16450 e NBRNM-ISO 9712 de 02/2014.

Deseja saber mais sobre a qualidade de nossos produtos e serviços?

Clique Aqui e Fale com um Especialista

Publicado em Caldeiraria com as tags: 

Picture of Rodrigo Andrade

Rodrigo Andrade

Comente